Canudos - As duas faces da montanha

CURTA METRAGEM , DOCUMENTÁRIO / FICÇÃO

Bitola: 16 mm

Ano: 1994

Duração: 15´
Direção Sandra Werneck
Produção Uli Moller/ iDE TV/ Cineluz
Roteiro Paulo Halm/Sandra Werneck
Fotografia Walter Carvalho
Montagem Virginia Flores
Música Lenine/De Paula
Elenco Castro Gonzaga, Gullherme Karan, Marcelo Escorel, Anna Aguiar, moradores da favela.

SINOPSE Uma comunidade Favelada prepara seu carnaval, cujo o enredo é a saga de "Canudos".

Um velho, antigo habitante do morro da comunhão relata para as crianças a historia do desfile.

Há cem anos atrás existiu uma grande guerra nos sertões do Brasil, chamada "Guerra de Canudos". Um grupo de camponeses fundaram nessa região, uma comunidade alternativa liderada pelo Líder Messiânico Antonio Conselheiro.

Nesta época foi declarada no Brasil a republica, que contestava com a formação dessa estrutura social, Que por ser autônoma ameaçava o poder vigente na época.

As duas faces da montanha é um documentário que transporta a História de Canudos para 100 anos depois e encontra sua semelhança nas atuais favelas.

Os soldados que lutaram na Guerra de Canudos voltaram para o Rio de Janeiro e se alojaram nos morros da Cidade formando as primeiras favelas e as denominaram assim, porque em Canudos existia uma planta chamada favela.

Como em "CANUDOS" o sonho não se realiza, a Escola de samba não desfila.

O morro estava em festa preparando seu carnaval, quando acontece um confronto entre os traficantes e a policia. Uma bala perdida incendeia o barracão da escola.

A comunidade não se deixa abater, e em Comunhão prepara um novo desfile; o tema agora contará sua própria historia. Historia da Favela.